24 novembro, 2008

Olhar uma foto...



Há pessoas que marcaram a nossa vida positivamente, em determinados momentos, às quais guardamos um carinho especial... e que lembramos de como era... Talvez hoje já não seja mais assim, mas mesmo assim, é intrigante por que razão, quando olhamos uma fotografia, sentimos um carinho grande por uma pessoa com a qual não falamos e com quem não estamos há muito tempo. Há pessoas que têm os seus locais pessoais, como seja escritório, quarto, etc. repletos de fotos. Eu nunca fui muito disso mas tenho fotos guardadas, como toda a gente (?!), e não sou muito de olhar para elas, mas o avanço da tecnologia faz com que se ande com computadores transportáveis atrás (sim, porque um portátil é caro). Agora, é mais comum depararmo-nos com fotos, as quais não veriamos se não nos tropeçassem no caminho, ou nós no delas, estando elas digitalizadas nos computadores, ou nos blogs ou páginas pessoais que ganhamos o costume de visitar... As fotos fazem-nos viver o passado (às vezes nem as queremos ver!) mas também fazem lembrar de pessoas que a vida afastou, ou de situações e vivências que a vida nos fez esquecer, mesmo sem querer. Dá nostalgia, dá melancolia, dá raiva, dá indiferença, dá um leque de sentimentos e reacções que só nós podemos decifrar... Faz-nos lembrar do nome de algumas pessoas, faz-nos querer lembrar do de outras... Faz-nos lembrar de pessoas que não ficaram nas fotos e das quais gostariamos de ter numa foto... Faz-nos amar! Faz-nos questionar por que razão aquela pessoa já não está presente no nosso cotidiano, por que aquele namoro não deu certo(??), por que aquele amigo já não dá notícias... por que não lhe ligo... Qual é a desculpa?? Por que temos as mais variadas formas de conversação na internet, temos o contacto de amigos que foram especiais na nossa vida, não temos razão alguma para não falarmos e, simplesmente, não temos coragem para lhes falar, só porque não temos o que dizer... ? Sinto-me intrigado com este assunto. Temos uma vida mais estável, mais preenchida, mas por que deixámos essas pessoas sair da nossa vida? A razão talvez seja a de não haver lugar para elas agora... Não me parece ser uma atitude intencional, nem tampouco definitiva, pode-se sempre reentrar. - A verdade é não haver lugar para tudo!... Quando pratiquei um desporto (mais frequentemente, porque pratico sempre algum desporto), tinha a minha vida preenchida dessa forma, o facto de ter parado de o praticar por razões a mim alheias fez-me ter tempo para pensar noutros projectos, agora estou envolvido num projecto musical... Há uns tempos pensei em reentrar no desporto que parei, mas agora não tenho lugar para ele. A nossa vida é volátil, o tempo é limitado, não há espaço para tudo...


Mas aquilo que já passámos ninguém nos tira... E como é emocionante olhar para trás e sorrir ou chorar num acto de cumplicidade com uma simples foto...


Cheers

4 comentários:

Aniri disse...

Gostei! Simples e verdadeiro. Sempre que vejo uma foto tua (não para te recordar) dou de "caras" com o teu sorriso, e não sei pq disse isto, pq não tem mto a ver... Mas tu e o teu sorriso, estão interligados, não fosse ele teu ;)

Inês Fernandes disse...

Ora aí está um comentário inteligente, não viesse ele da pessoa que veio ;) Realmente cada fotografia tem intrínseco um pedacinho de saudade, fazendo-nos recordar o momento. Só temos que sorrir (ou chorar) perante a lembrança do momento que nos pertence, somos donos dele, no matter what.

Susana disse...

Olhar uma foto desencadeia em nós uma panóplia de sentimentos contraditórios que tu descreveste muito bem de uma forma simples e sensível...
Olhar uma foto é um sorriso, é uma lágrima, é um suspiro, é um renascer de emoções...
Olhar uma foto é uma viagem no tempo...é relembrar momentos especiais...é relembrar aquelas pessoas marcantes que se cruzaram no nosso caminho...Porque "deixamos” essas pessoas sair da nossa vida? Umas vezes por falta de tempo, outras vezes pela distância, outras, simplesmente, por indisponibilidade emocional...É possível reentrar...será? Afinal, há oportunidades que se perdem para sempre..e outras que conseguimos recuperar!!
Boa sorte para os teus projectos!!! São os novos projectos que tornam a vida interessante!! :)

Beijinhos

Orquídea disse...

Olá :)

Passei por cá ;)
Fiquei intrigada com este post... deixou-me muito que pensar.
Está muito interessante e verdadeiro (para variar, lol)

Beijos